Veja como foi nosso encontro dia 28.06 na Câmara de Peruíbe

A apresentação do Dr. Paulo Flávio de Macedo Gouvêa que explicou sua tese de doutorado na USP, comprovando a segurança e os efeitos terapêuticos da Lama Negra, além da importância da reativação do Lamário para o Turismo e a geração de renda, foi um sucesso!

Casa lotada, os comentários foram que cerca de 200 pessoas estavam presentes.

Entre eles, vários usuários da Lama Negra que deram depoimentos emocionantes sobre o tamanho do benefício que puderam experimentar com o tratamento, feito há pouco tempo ou há vários anos, e que perduram até hoje.

Foram curados de diversos males que a medicina ainda nem tem uma cura.

A TESE do Dr. Paulo pode ser baixada clicando aqui, mas existem outras Teses sobre a Lama Negra (você pode ver aqui uma de 2014 e aqui a de 2006).

Existem ainda muitos desafios pela frente, mas a cada instante diminui a distância para nosso objetivo final: valorizar, preservar e difundir aqui em Peruíbe e no mundo a fora esta riqueza natural de nossa cidade.

Oportunidade imperdível para um desenvolvimento sustentável, desde de que responsável, mas que certamente estará beneficiando todas as demais áreas. Afinal, para receber o turismo é preciso manter a casa em ordem. Transporte, segurança, saneamento básico…

TODOS ganhamos!!!

A Lama Negra serve a muitos interesses e atende a todos. Neste link é possível ler a matéria publicada no site do Ministério da Saúde sobre as PICs (Práticas Integrativas e Complementares) e neste vídeo o questionamento de uma pessoa na platéia sobre a falta de conhecimento pelos médicos.

leia mais notícia de 2018 aqui. Consulte os estabelecimentos cadastrados para o atendimento aqui.

Para Você que não pode participar do encontro, assista aqui um vídeo parcial, de nossa página no FaceBook Lama Negra Peruibe, que

Aos 8 minutos da transmissão ao vivo

mostra os depoimentos dos usuários

Assista mais vídeos sobre a Lama Negra clicando aqui.
Deixe seus comentários, compartilhe e volte em breve para saber as novidades!

 

One comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *